Você está errando nos burpees?

Header BurpeeMIstakes

É o clássico exercício matador do Freeletics. Enquanto apenas 5 repetições já são suficientes para deixar uma pessoa normal de joelhos, 100 repetições são a média de aquecimento do Atleta Livre. Será que isso significa que estamos imunes aos erros? Muito pelo contrário. Quanto mais ficamos familiarizados com um exercício, mais provável que desenvolvamos maus hábitos. Então dê uma olhada nos exemplos abaixo e veja se te lembra alguém.

A minhoca

A minhoca aparece quando você não contrai o suficiente seu tronco durante os burpees e acaba fazendo um movimento em forma de minhoca. Todos nós já cometemos esse erro: relaxar o corpo na hora da descida e levantar o peito antes do restante do corpo na hora de subir. Este é um sinal de tronco não envolvido no movimento e é um erro.

O camelo

O camelo aparece com mais frequência em workouts com muitas repetições de burpees tais como no Aphrodite ou no Helios. Isto acontece porque ficamos cansados e nosso foco muda para apenas tentarmos terminar vivos, fazendo com que derrapemos na nossa técnica. Por que é “O Camelo”? O erro recebe esse nome por causa da corcunda que desenvolvemos quando durante o salto não nos endireitamos totalmente e ficamos inclinados para frente. Com o tempo isso pode acarretar em fortes dores nas costas. Então, para não errar, preste atenção ao movimento perfeito do burpee no vídeo abaixo e faça um ajuste na sua técnica.

Embedded content: https://www.youtube.com/embed/kgEZj_hIDlQ

Às vezes, para avançar é preciso primeiro dar um passo atrás. Acalme-se e dedique algum tempo para se concentrar na técnica. Lembre-se que a prática leva à perfeição, portanto, não permita que o seu movimento fique desleixado. Não seja uma minhoca ou um camelo. A tabela de liderança e o local de treino estão reservados apenas para Atletas Livres.