Corridas & doenças – Não devem se misturar

header

Nós todos já passamos por isso – acordar sentindo os primeiros sintomas da gripe, mas com aquela vontade de sair para correr. Claro que um pouco de ar fresco e atividade física não vai fazer mal e Atletas Livres não arrumam desculpas, certo? Errado. Existe uma grande diferença entre desculpas e motivos para não correr. Estar doente é um grande motivo para tirar alguns dias de descanso – sem exceções. É melhor prevenir do que remediar. Então, para te ajudar a cuidar do seu corpo, aqui estão descritos alguns motivos porque correr quando você não está 100% não é uma boa ideia e porque você pode voltar a treinar depois de uns dias.

Seja bom com você mesmo

Se seu corpo já está lutando contra uma gripe, não o coloque sob mais estresse ainda. Não importa se é “só uma gripe”, ainda assim você não deve nem considerar sair para correr. Até mesmo um mal-estar estomacal pode ser um sinal de que o seu corpo está lutando contra alguma coisa e está enfraquecido por isso. Treinar é a última coisa de que o seu corpo precisa nesse momento. Mesmo um resfriado pode evoluir para algo mais sério se você insistir. Correr não vai te ajudar na cura.

Estar doente não significa só que seu corpo está ocupado lutando contra uma infecção – e que está, portanto, mais fraco do que o normal. Significa também que ele não será capaz de absorver tantos nutrientes como de costume. Se você escolher treinar mesmo assim, vai arriscar sua saúde e não vai melhorar seu desempenho de maneira nenhuma. Se você já está com febre e ainda assim começar um treino, seu coração estará sob uma pressão ainda maior para tentar abaixar sua temperatura, o que pode até levar a uma arritmia cardíaca. Qualquer sintoma que envolva os pulmões representa um risco ainda maior de evoluir para algo mais grave se você correr. Não arrisque.

Paciência é a chave

Você não pode apressar um processo de cura. Seja paciente, dê tempo ao seu corpo e confie que você vai ser capaz de recomeçar de onde parou, uma vez que seu corpo estiver pronto. Espere até que você se sinta pronto de novo e tenha certeza de que todos os seus sintomas tenham desaparecido por completo durante um dia inteiro antes de você colocar seus tênis de corrida de novo. Se você estiver se sentindo bem o suficiente antes disso, pode começar com um pouco de alongamento e com alguns exercícios de relaxamento até que você esteja bem o suficiente para voltar devagar aos seus treinos.

É importante não entrar em pânico e achar que você vai regredir se não treinar por alguns dias. Não é o caso. Seu corpo não vai esquecer de todo o treinamento e de todo o seu esforço, então você não deve perceber nenhuma mudança na sua performance depois de um intervalo curto. Você só vai atrasar seu progresso se continuar a treinar durante o período em que estiver doente.

A prevenção é sempre a melhor opção quando se trata de doenças e lesões. Existem muitas maneiras de se prevenir contra algumas doenças. Se alimentar da maneira correta, principalmente, pode ajudar a fortalecer seu sistema imune. E se você adoecer de fato, não treine pelo bem do seu treinamento. Ouça seu corpo e cuide dele. Ele é a sua melhor ferramenta.