Adquira o seu Coach

Pense rápido! Como acelerar seu tempo de reação

HEADER 1

Nos esportes, o tempo de reação é uma habilidade muitas vezes subestimada. Simplificando, tempo de reação significa a velocidade com que um atleta consegue responder a um estímulo. Por exemplo, na corrida: um começo de tiro curto, no tênis: devolver um saque ou no boxe: esquivar de um soco. Mas essa não é a única função do tempo de reação. O tempo rápido de reação é exigido em quase todos os esportes e na vida cotidiana. E a boa notícia é que é uma força que pode ser melhorada. Então, se você é do tipo que tropeça várias vezes quando está correndo ou que nunca pega a bola jogando esportes em equipe, continue lendo para saber mais sobre o tempo de reação, como ele evolui e o que você pode fazer para melhorá-lo.

Onde ele começa?

Nossas reações são determinadas e controladas pelo nosso sistema nervoso: o sistema nervoso central (que consiste na medula espinhal e no cérebro) e o sistema nervoso periférico. Imagine nossa Atleta Livre e ciclista profissional, Steffi, na seguinte situação: ela está pilotando uma mountain bike descendo uma colina e vê um obstáculo à frente, que ela agora tem que desviar. Esse sinal passa de seus sensores visuais através dos neurônios sensoriais aferentes para o cérebro. Esses sinais – também chamados de impulsos elétricos – são processados ​​pelo sistema nervoso central e depois disso, uma decisão é tomada. O cérebro de Steffi avaliou a situação e tomou a decisão de desviar para a direita, porque o trecho é plano e, portanto, a opção mais segura para evitar o obstáculo com facilidade. O sinal do cérebro passa pelos neurônios motos eferentes, que estão conectados aos músculos necessários para executar as instruções. Talvez você imagine que quando Steffi estiver descendo a uma velocidade alta, isso precisa acontecer rápido. Quão rápido? 100 metros por segundo: isso significaria 10 segundos por quilômetro, para ser exato.

Se agora você estiver pensando: “Eu não consigo nem imaginar o quanto isso é rápido, mas sei que minhas reações não são tão rápidas”, não tem problema. Abaixo, você descobrirá como acelerar as coisas.

A diferença entre reação e reflexo

Existe realmente uma diferença entre reação e reflexo? Fomos equipados com reflexos, que são usados ​​para nos proteger de coisas que podem nos prejudicar. Os reflexos geralmente estão envolvidos em um ciclo de feedback negativo e atuam para ajudar a retornar o corpo à sua estabilidade funcional normal. Uma vez que eles precisam acontecer mais rápido do que uma reação real, os sinais vão diretamente através da medula espinhal e não envolvem nosso cérebro. Em contraste, nossas reações precisam primeiro ser processadas através do cérebro. Apesar de consumir mais tempo, isso possibilita movimentos mais precisos.

Chega de teoria, vamos para a ação!

Melhorando o desempenho através da velocidade de reação

Em alguns esportes – por exemplo nas artes marciais -, os lutadores treinam especificamente seu tempo de reação para melhorar suas habilidades, tanto quanto possível, usando isso como vantagem competitiva. Como eles fazem isso?

Processar o estímulo é algo que pode ser treinado e consequentemente resulta em uma velocidade de reação melhorada. Aqui estão algumas dicas sobre como você também pode treinar seu tempo de reação:

  1. Corridas na mata: Trata-se de treinar seu cérebro para reagir às coisas. E correr em terreno irregular é uma ótima maneira de fazer isso. Na próxima vez que você planejar usar a esteira, saia ao ar livre e corra na mata ou em qualquer lugar com um terreno irregular, com ramos e pedras que exijam um alto processo visual e tátil de sinais. No começo você com certeza vai achar difícil, mas quanto mais você treinar seu cérebro, melhor vai ficar. Logo você estará voando sobre aqueles obstáculos.
  2. Tiros como sinal: Com a ajuda de seus colegas Atletas Livres e de grupos de treino, tente encontrar uma pista de corrida e pratique arrancadas para tiros curtos com um sinal explosivo. Seu corpo aprenderá a processar estímulos de forma mais rápida e adotará essa habilidade em sua vida diária.
  3. Treinar técnicas: O Coach do Freeletics leva a sério as sessões de técnica – e há algumas boas razões para isso. Uma delas é que, praticar exercícios a uma velocidade lenta ou moderada, até que você os complete, faz com que seu corpo se acostume com os movimentos e se lembre deles. Isso significa que, quando for para realizar exercícios o mais rápido possível em um workout dos Deuses, seu cérebro e seu corpo já conhecem a situação e podem executar os movimentos de forma rápida e corretamente.
  4. Treino pliométrico: São exercícios em que seu músculo exerce força máxima em um curto espaço de tempo. O objetivo desses exercícios é aumentar a potência e te ajudar a melhorar sua força de explosão. Incluímos muitos exercícios como estes em nossos workouts dos Deuses, como Squats e Split Lunges.

Então, se você ainda está se questionando por que deve praticar sua velocidade de reação, a razão simples é que você precisa dela. Não apenas no esporte, mas também na sua vida cotidiana. Especialmente quando você envelhece. As lesões podem acontecer com mais frequência se você não treinou essa habilidade o suficiente.

Faça isso pelo seu PB, pelo seu desempenho, mas o mais importante … faça por você mesmo.