Adquira o seu Coach

Manchetes da comunidade: Freeletics Madrid superando desafios!

Header Copy

Os líderes do grupo de treino Freeletics Madrid recentemente deram um desafio aos seus membros: o Desafio dos 1000 Burpees. Para celebrar que o #FreeleticsMadrid chegou aos 1000 membros, os Atletas tiveram que tentar fazer os 1000 Burpees. #ClapClap para todos os membros do grupo de treino pela conquista. Descubra como o Freeletics Madrid se tornou uma família unida de Atletas Livres e como eles mantém seus membros motivados.

Há mais ou menos 2 anos atrás, Ben e Ismael criaram um grupo no Facebook para o Freeletics Madrid. Os poucos Atletas de Madrid começaram a se encontrar para treinar em grupo no Retiro Park e, com o passar do tempo, o pequeno círculo de amigos cresceu e se tornou um grupo de treino de sucesso.

“Recentemente atingimos a marca de 1200 Atletas Livres. É louco como crescemos. Especialmente durante o último mês, em comparação com o resto do ano. Mais e mais pessoas estão tomando a decisão de mudar suas vidas. É maravilhoso ver o progresso das pessoas que vem há várias semanas e não pararam desde então. Nem mesmo por um dia.”

Embedded content: https://www.youtube.com/embed/qESBm2__vtE

Com que frequência treinamos?

“Nós tentamos planejar um grande treino em grupo pelo menos uma vez por semana. Mas um pequeno grupo de atletas geralmente treina diariamente no Retiro. Nos finais de semana nós nos encontramos de sábado ou domingo de manhã. E cada vez que nos encontramos o grupo fica maior.”

Por que tantas pessoas se juntaram?

“Quando as pessoas nos vêem treinando ficam curiosas. Mais de uma vez alguém já se juntou a nós no meio do nosso treino e treinou conosco. Na verdade, vários dos nossos membros mais leais do grupo atual se juntaram sem antes tentar o Freeletics. Só se interessaram quando um dia notaram que estávamos treinando.”

Veja o que o Alberto e o Francisco, dois membros do grupo de treino Freeletics Madrid têm a dizer sobre sua motivação e sua experiência com o grupo.

Alberto

“Sem dúvida nenhuma os vídeos do Arne e do Levent foram uma motivação incrível. Saber que isso seria extremamente difícil, mas outros já haviam feito, me fez querer aceitar o desafio.”

Onde eu encontro tempo?

“É fácil treinar na sua própria casa. Você não precisa de muito tempo nem de muito espaço. Fazer parte de um grupo de treino é um pouco mais complicado. Nós geralmente treinamos no Retiro Park, mas muitas pessoas não moram no centro da cidade. Então fica difícil chegar até lá. Especialmente porque Madrid é uma cidade bem grande. Mas nós todos tentamos ao máximo estar lá.”

Francisco

A motivação do Francisco foi diferente:

“Eu comecei o Freeletics por curiosidade. Já tinha começado a perder peso há um tempo. Eu costumava pesar 120 kg. Quando comecei a me exercitar li muitos posts motivacionais dos usuários do Freeletics que me encorajaram a fazer uma tentativa. Na primeira vez que entrei em contato com o grupo, me lembro que o Alberto me deu conselhos. Quem diria que quase 10 meses depois eu estaria treinando ao lado dele? Competindo um contra o outro por melhores tempos? Me lembro que meu primeiro Metis foi dia 2 de janeiro de 2015. Com a ajuda do grupo e do Coach, eu segui na minha meta e continuei treinando. Atualmente eu peso em torno de 88 kg e estou fisicamente mais em forma do que nunca estive antes.

O Freeletics é uma coisa que eu recomendo a todos. Por que?

“Por que não requer muito tempo e, utilizando um método de treinamento de alta intensidade, seu corpo chega no absoluto limite.”

Onde eu encontro tempo?

“Eu levanto um pouco mais cedo de manhã e treino antes de ir para o trabalho, ou em casa antes de ir dormir. O importante com o Freeletics é #NoExcuses. Foi algo que me marcou. Você não precisa de equipamento, e não requer muito tempo. Então, nada está realmente no seu caminho. Na maioria das manhãs nós nos encontramos às 7 da manhã no Retiro, tomo um banho depois do treino e vou para o trabalho.

No fim das contas, comprometimento é uma coisa pessoal. É fácil arrumar uma desculpa. Na maior parte do tempo, isso é o que mais queremos fazer. Mas ignorar que é difícil e ser persistente com o seu treino é o que faz a diferença.”

Está interessado em saber mais sobre o Freeletics Madrid? Siga-os no Facebook ou se junte ao Alberto Martín, Francisco Durdín, Nestor Medrano, Elena Romero, Julia Ruiz Martínez, Rams Ug, Fernando Monge, Juan Carlos Bisso, Raul Muñoz-reja, Jesús Flores, Alvaro Martin, Miguel Blanco Rubio, Joaquin Grech, Jesús Santos Homobono e a outros membros na próxima vez que estiver na Espanha

#ClalClap Freeletics Madrid!! O seu grupo pode se destacar da comunidade? Mande para nós as suas histórias e fotos para community-management@freeletics.com e faça com que seu grupo seja visto.