Adquira o seu Coach

Experiência Freeletics: A história de Michael

quote michael6

Tem gente que inventa desculpas para não treinar. Mas não um Atleta Livre. Para um Atleta Livres, trabalhar em período integral não é desculpa. Não é só uma questão de se ter tempo, mas sim de consegui-lo. Você quer uma coisa de verdade? Então não apenas a deseje: faça a sua parte para que ela aconteça. Os benefícios sempre superarão o preço.

Michael tomou a decisão de começar a praticar atividade física. Como ele trabalhava muito, nunca conseguia ir a academia. Só que ele não deixou que essa desculpa ficasse em seu caminho. Com o Freeletics, Michael descobriu que poderia participar de um grupo em praticamente todas as cidades que visitava e, onde quer que fosse, ele encontraria motivação com a comunidade. Esta é a história de como Michael tornou-se um Atleta Livre e como isso mudou a sua vida.

Oi, meu nome é Michael, sou de Münster, Alemanha e no começo deste ano de 2014, decidi passar por uma mudança pessoal. Reduzi o consumo de carboidratos e, assim, emagreci 15 kg em 3 meses. Além da dieta, eu também comecei a praticar esportes. Como viajo muito a trabalho, fazer exercícios em clubes ou academias nunca foi uma opção. Quando procurei no YouTube por exercícios com peso corporal, me deparei com o vídeo de transformação de Levent. Antes disso, nunca tinha ouvido falar do Freeletics. Só que fiquei encantado pela transformação que ele passou e decidi: É isso que eu quero fazer!

Meu objetivo para as primeiras 15 semanas era perder peso e reduzir a gordura corporal com o Coach Cardio & Strength. Foi difícil, mas fui em frente e perdi mais de 5 kg, ganhando músculos e reduzindo a gordura corporal de 18% para 11%. Desde meados de agosto, eu treino com o Strength Coach e meu foco é o crescimento muscular. No momento, peso 69 kg do alto dos meus 1,76 m e meu percentual de gordura corporal é 9%. Para o longo prazo, meu objetivo é manter o nível de condicionamento e alcançar meu potencial pleno com Freeletics. A forma que encaro a vida agora é incrível, não quero perdê-la nunca.

michael

Lembro que depois do primeiro Aphrodite que fiz — que levou uma hora — fiquei completamente exausto. Cheguei ao limite, mas fiquei tão orgulhoso de mim mesmo que não pude desistir. Nunca subestime músculos doloridos. Mesmo assim, segui em frente. Hoje eu faço um Aphrodite em menos de 17 minutos e sei que ainda posso melhorar.

No começo, eu treinava sozinho; em casa, no hotel ou, quando estava viajando a trabalho, em parques. Comecei a participar ativamente do Facebook (Michael Fettwech) e mal pude acreditar na quantidade de grupos do Freeletics que existiam ali! Foi assim que encontrei parceiros de treino em todas as cidades próximas. Essa também foi uma oportunidade para conhecer gente nova — sem contar que todos se ajudavam a encontrar a motivação máxima! Treinar em grupo é ótimo. Acho que todo mundo devia aproveitar essa oportunidade e participar de um.

michael

Minha motivação foram as mudanças físicas que conquistei com o Freeletics. Tem vezes que me olho no espelho e nem posso acreditar. É impressionante o que a gente pode conquistar num espaço de tempo tão curto se colocar a meta na cabeça e correr atrás. É só ter disciplina e persistir. Só que o que mais me deixava motivado era ver que, graças ao meu sucesso, eu inspirava e motivava outros Atletas — da mesma forma que o vídeo de Levent me motivou. Em Münster, na Alemanha, costumo fazer Sessões para iniciantes e é nelas que aproveito para dar algumas dicas úteis para quem está começando. É divertido ver como o sucesso contagia, fora que transmitir um pouco do meu próprio sucesso dá uma sensação ótima. Estou muito mais autoconfiante. O Freeletics não treina só o corpo, mas treina também a força mental e a perseverança. Isso é uma coisa que eu preciso em todos os aspectos da minha vida.

Não vou mentir para quem está começando essa jornada atlética: o Freeletics pode ser bastante difícil e exigir muito de você. Principalmente se você não treinar com frequência. Escute sempre o que o seu corpo diz e preste atenção para pegar a técnica direito. O tempo que você faz os exercícios tem um papel secundário no começo, depois ele melhora. Em minha opinião, não tem problema modificar os exercícios, tipo um meio Aphrodite, especialmente no começo. Se matar no começo e desistir frustrado não vai ser bom para ninguém. Se ficar ligado, você pode virar sua vida de ponta-cabeça com o Freeletics. No bom sentido!

transformation

O Freeletics não é moleza. Não vai ser fácil, mas o importante é encontrar algo que te motive. Para Michael, ser parte da Comunidade era motivação suficiente. Isso dava aquele empurrãozinho extra de que ele precisava para liberar o potencial latente. Por sua vez, ele também ajudou outros Atletas Livres a liberarem o potencial deles. Com a Comunidade Freeletics, você sempre tem como encontrar um parceiro de treino. Para te motivar. Para te ajudar a alcançar os seus limites. Para andar lado a lado nesta jornada. Não importa se você está em casa ou na estrada. Encontre a comunidade mais próxima de você e una-se a ela!

Embedded content: https://www.youtube.com/embed/C-q6Dyq57sM

Como foi que a Comunidade te motivou? Queremos ouvir a SUA história e como VOCÊ motivou seus companheiros. Envie a sua história para athletes@freeletics.com e ajude outras pessoas a liberarem o potencial latente.

follow michael