Adquira o seu Coach

Burpees – por que você deve amar eles

MoreLife_Alex&Catie_06_Final_1232x630.png

Cada um de vocês conhece os Burpees. Alguns os apreciam, outros os temem. Sem dúvida eles pertencem aos exercícios Freeletics mais desafiadores. Mas, existem razões para todos amarem os Burpees – porque eles são um verdadeiro all-round talento! Independente se vocês criam musculura, queimam gordura ou simplesmente se querem melhorar sua condição física: Burpees fazem vocês avançar sempre!

Os Burpees focam em quais músculos?

Burpees trabalham o corpo inteiro. Isso significa que tanto grupos musculares principais quanto grupos musculares secundários são ativados durante o exercício.

Os grupos musculares principais trabalhados pelos Burpees englobam os músculos do peito e os músculos superiores das pernas: eles são os músculos que impulsionam o movimento do exercício e os que trabalham a força de forma mais direta.

Os grupos musculares secundários, neste caso, são tronco, ombros, costas e braços. Apesar de serem grupos musculares principais em outros exercícios, no Burpee esses músculos são trabalhados de forma indireta, dando suporte ao trabalho feito pelos músculos principais. Aqui, eles funcionam para estabilizar o esqueleto, ajudar a manter uma boa postura e, por último, proporcionar uma aparência mais atlética, pois tornam-se mais aparentes após muitas repetições.

Burpees são muito eficientes para perder peso

Os Burpees treinam não só seus músculos, eles são uma arma milagrosa na luta contra a gordura corporal!

Durante o exercício o corpo precisa disponibilizar à uma grande parte da musculatura muita energia – isso significa que com isso ele queima muitas calorias! Com exercícios de alta intensidade como os Burpees esse efeito se mantém por muito tempo ainda depois do treino! A razão para isso é o conhecido efeito de pós-queima, também denominado como EPOC (Excess Post-Exercise Oxygen Consuption). Os Burpees elevam fortemente a frequência respiratória e estimulam metabolismo. Quanto maior a diferença entre a atividade metabólica durante exercício e o repouso, tanto mais tempo o corpo vai precisar depois do workout para atingir seu estado normal. Isso significa que a queima de calorias mesmo horas após o treino ainda está parcialmente bastante aumentada – e com isso a queima de gordura está sustentadamente fortalecida.

Mais do que apenas um meio para atingir um fim – como sua condição melhora

Os Burpees não se fazem notar apenas visualmente. Muitos de vocês seguramente depois de algumas semanas Freeletics já fizeram grandes progressos no desempenho. Os Burpees de fato têm uma grande participação nisso! Quase nenhum outro exercício é tão bem adequado, para treinar ao mesmo tempo força e resistência e capacidade de reação e coordenação assim como melhorar em curto espaço de tempo a capacidade de resistência da musculatura. Por causa da complexa sequência de movimentos e a utilização de grandes grupos musculares, outros exercícios como Squats ou Pushups são mais fáceis para vocês. Além disso, o sistema cardiovascular e a função pulmonar se beneficiam enormemente! Durante uma sequência intensiva de Burpees a musculatura se encontra em um estado anaeróbico tão grande que dificilmente é possível observar em outros exercícios. A respiração e circulação estão em atividade máxima a fim de compensar a falta de oxigênio nos músculos – e serão dessa maneira treinados juntos a cada vez! Isso não vai ser vantajoso para vocês sómente no próximo workout, mas também no dia a dia: subir escadas ou correr para pegar o metrô – tudo vai ficar mais fácil!

Preste atenção na sua técnica!

Apesar de um Burpee ser executado em apenas alguns segundos, para fazê-lo corretamente é importante manter a forma correta ao longo de todo o movimento. Assista o vídeo tutorial abaixo (ele também está sempre disponível no app) e observe a posição do corpo à medida que o exercício é executado. Depois, compare o seu movimento com o do vídeo, sempre que puder.

Aqui estão algumas perguntas que podemos responder para ajudar a melhorar a postura durante uma série de Burpees:

  • Estou mantendo o corpo contraído ao longo do movimento?
  • Estou mantendo meus joelhos, quadris e ombros alinhados durante o salto vertical?
  • Meus pés estão saindo totalmente do chão nos saltos?
  • Minhas mãos estão tocando a parte de trás da minha cabeça durante os saltos?

Lembre-se, para obter o resultado máximo dos Burpees, assim como de qualquer exercício, você deve se esforçar para fazer cada repetição com a melhor técnica possível!

Você sabia...

Os Burpees foram desenvolvidos na década de 1930 por um médico americano chamado Royal H. Burpee e eram usados como um tipo de teste de condicionamento físico.

O exercício original criado por Burpee não incluía uma flexão e um salto, mas, muitos anos depois, quando as forças armadas dos EUA estavam desenvolvendo um sistema para testar o nível de condicionamento físico de recrutas, o exercício foi modificado para tornar-se mais exigente e o resultado é o Burpee clássico que conhecemos hoje.

Desde então, eles se tornaram uma parte fundamental de treinamentos militares no mundo inteiro e um exercício desafiador para qualquer estilo de treino.