Adquira o seu Coach

"Nada está fora do meu alcance agora" - a transformação de Mina

mina head cut

Mina sempre foi ativa, mas nunca tinha conseguido os resultados que queria. Não era apenas uma questão física, ela também se sentia desmotivada e insatisfeita em outras áreas da vida. Quando surgiu a oportunidade de treinar com um grupo do Freeletics, Mina achou que isso poderia ser exatamente o que ela precisava para se recompor. Essa é a história dela.

Embedded content: https://www.youtube.com/watch?v=fUUNnwYUq-I

Antes do Freeletics, eu não estava feliz comigo mesma e não sabia por quê.

Quando comecei a treinar com o Freeletics, não me sentia satisfeita fisicamente e mentalmente. É como se eu tivesse um bloqueio no cérebro; não conseguia pensar direito e não me sentia como eu mesma. Eu sabia que podia ser diferente, que tinha o potencial para mudar e ser forte o bastante para enfrentar os desafios de frente, mas não sabia como chegar lá.

Eu treinava um pouco com o Freeletics, mas não era parte da minha rotina; eu não usava o Coach do jeito certo e não fazia nada para melhorar minha nutrição. Eu também ia à academia, mas não tinha um plano detalhado e nunca definia objetivos, então não me esforçava e não chegava a lugar nenhum.

Eu queria aprender a ter disciplina para enfrentar os desafios de frente.

Eu sabia que seguir um plano de treinos adequado tinha o potencial de desfazer o nó na minha mente. Pensava que me daria forças para lidar com as coisas e para organizar a minha vida e meus pensamentos. Não me sentia forte mentalmente e isso estava afetando a minha autoconfiança. Os treinos com o Freeletics pareciam ser o que eu precisava para mudar isso.

Prestar atenção à minha nutrição fez toda a diferença.

Ao longo da minha jornada, segui os Coaches de Treino e de Nutrição. Prestar atenção especialmente à minha nutrição fez uma enorme diferença. Sempre tive uma alimentação relativamente saudável e já tinha cortado açúcar e carboidratos, mas dessa vez eu realmente foquei nos tamanhos das porções. O momento decisivo para mim foi quando percebi que meu corpo não precisava da quantidade de comida que eu achava que precisava para funcionar; eu conseguia cortar os tamanhos das porções pela metade e ainda me sentir satisfeita. Aprendi a confiar no Coach de Nutrição e não demorou muito para que eu começasse a ver as diferenças. Acho que foi por isso que a minha transformação foi um sucesso.

Em alguns momentos, eu me sentia desmotivada porque não conseguia perceber que estava melhorando, mas quando as metas chegaram, a sensação foi incrível.

Entrar na rotina de treinar regularmente foi difícil. Eu nunca tinha treinado de manhã, então mudar a minha rotina do dia-a-dia foi um grande desafio, mas eu logo me acostumei. Surgiram alguns obstáculos e eu me perguntava por que não conseguia fazer certos exercícios ou por que as pessoas que treinavam comigo pareciam estar avançando mais que eu. Mas também tive grandes momentos de superação, por exemplo, quando consegui fazer vinte Pushups e 25 Burpees perfeitos pela primeira vez. Foi nesse momento que percebi que estava progredindo e melhorando.

Passar pelas mesmas dificuldades juntos me ajudou a continuar em frente.

Treinar com outras pessoas foi uma das grandes razões para eu conseguir superar os dias mais difíceis. Nós nos incentivávamos a cada passo do caminho, independentemente dos nossos objetivos e dos desafios, estávamos todos juntos. Treinar junto com outras pessoas me fez gostar de treinar. Levantar cedo para treinar em grupo logo parou de ser uma obrigação e começou a ser algo que eu queria fazer. Quando você sabe que outras pessoas estão contando com a sua presença, não quer decepcioná-las com a sua ausência.

Eu me tornei uma pessoa mais positiva e comecei a pensar com mais clareza.

Depois de poucas semanas de treino, o nó na minha mente começou a se soltar. Eu me sentia mais preparada para enfrentar desafios, conseguia resolver problemas com mais facilidade e não fugia deles. Poucos meses depois, me sentia mais forte do que nunca, tanto mental quanto fisicamente. Eu me sentia eu mesma de novo.

Ainda treino regularmente com o Freeletics e ele se tornou parte da minha rotina diária. Já aceitei que é um processo contínuo e de longo prazo, que não tem um ponto final definido. E não é só uma questão de transformação física - para mim, isso foi só um efeito colateral de uma transformação mental muito maior que mudou completamente como eu lido com a vida.

Agora, eu sinto que consigo fazer qualquer coisa.

O Freeletics me ensinou que conseguimos fazer mais do que imaginamos. Sabendo o que eu já conquistei, eu diria que nada está fora do meu alcance. Acabei de me inscrever para a minha primeira corrida de 10km, depois quero fazer minha primeira corrida de obstáculos. E depois, ninguém sabe! Estou curiosa para fazer as coisas agora, porque sei que consigo.

Comece hoje a sua transformação